Culpa

terça-feira, 31 de maio de 2011

Culpa

Este momento!... O aquiagora... fica esquecido quando você começa a pensar em termos de conquistar alguma coisa. Quando a mente realizadora se manifesta, você perde contato com o paraíso em que está. Esta é uma das abordagens mais liberadoras: ela o liberta imediatamente!

Esqueça tudo a respeito do pecado e da santidade - ambas são ideias estúpidas. Juntas, destruíram todas as alegrias da humanidade. O pecador se sente culpado, e com isso sua alegria fica perdida.

Como é possível apreciar a vida se você está sempre se sentindo culpado? Se o tempo todo você fica indo à igreja para confessar que fez isto e aquilo errado? Errado, errado, errado... a sua vida inteira parece ser feita de pecados. Como viver com alegria? Fica impossível sentir prazer na vida. Você se torna pesado, carregado. A culpa instala-se no seu peito como uma pedra - ela o esmaga; não permite que você dance. Como seria possível dançar? Como a culpa pode dançar? Como a culpa pode cantar? Como a culpa pode amar? Como a culpa pode viver? Assim, quem pensa que está fazendo coisas erradas sente-se culpado, pesado, um morto antes da hora - já está dentro do túmulo.
Osho Take it Easy, Volume 1 Chapter 3

Comentário:
A culpa é uma das emoções mais destrutivas em que podemos nos deixar aprisionar. Se tivermos agido mal com alguém, ou procedido contrariamente à nossa própria verdade, naturalmente nos sentiremos mal. Mas permitir que fiquemos sobrecarregados de culpa é fazer um convite à enxaqueca. Acabaremos envolvidos por nuvens perturbadoras de dúvidas a nosso próprio respeito, e por sentimentos de desvalor, a ponto de não conseguirmos enxergar as belezas e alegrias que a vida está tentando nos oferecer.

Todo mundo anseia por ser uma pessoa melhor - mais amorosa, mais consciente, mais sincera consigo mesmo. Quando, porém, nos punimos por nossas falhas, sentindo-nos culpados, podemos cair prisioneiros de um ciclo de desespero e desesperança que nos tira toda a clareza de visão a nosso próprio respeito e a respeito das situações que encontramos pela frente. Você é absolutamente bom do jeito que é, e é absolutamente natural errar o caminho de vez em quando. Apenas aprenda com a experiência; siga em frente e aproveite a lição para não cometer o mesmo erro outra vez.
de OSHO, O Tarô Zen.

Passado, Presente, Futuro

Amados Seres, EU SOU Metatron!
Trago minha energia em um vórtice de amor e luz branca, que neste instante desce sobre todos que se conectarem a minha energia.

Quais os significados dessas palavras que simbolizam o tempo linear para vocês?
Passado identifica tudo àquilo que já passou que já foi vivido, que não se pode mais modificá-lo.
Presente identifica o momento AGORA, o exato momento em que estão praticando uma ação, usando sua energia através do pensamento, palavras e ações.
Futuro, aquilo que você ainda não conhece que não tem o controle total e ainda não foi vivido.
Por que estou dizendo isso a vocês, devem estar se perguntando?
Porque desejo que tenham a consciência de alguns fatos, para que usem melhor suas experiências terrenas e aprendam com as lições vividas, para que as lições futuras que ainda estão por vir sejam vividas com mais felicidade e equilíbrio.
Amados Seres vejo que muitos de vocês vivem relembrando de suas experiências passadas e a maioria, relembra as experiências que trouxeram tristeza e dor as suas vidas.
E o que isso significa?
Significa que se trouxe dor é porque naquele momento a lição não foi aprendida, porque a dor é o resultado da não aceitação, do não entendimento, da rejeição do fato e do sentimento que trouxe a seu coração e a sua vida.
Quando vocês entendem o porquê daquela situação, ocorre a aceitação e então seu coração sereniza.
Mas a dificuldade de vocês em entender ocorre, porque julgam as situações e as pessoas apenas pelo que estão vendo com seus olhos físicos e ainda, envolvidos pelos seus sentimentos confusões e em desequilíbrio, trazem para vocês a dúvida, a mágoa, o sofrimento e tantos outros elementos que muitas vezes resulta em um desequilíbrio maior em seus corpos e em suas vidas.
Sabemos que a maioria de vocês não tem as informações sobre suas outras vidas, entretanto essas informações encontram-se em seus registros akashicos (registros internos), e se vocês verbalizarem que desejam entender o porque daquela situação, essas informações serão acessadas por vocês e então entenderão.
O sofrimento ainda é um processo pelo qual vocês passam por não entenderem e não aceitarem as situações e pessoas em suas vidas.
E o repetir, o relembrar das situações do passado, traz a vocês a informação de que isso ainda não foi devidamente curado em você.
E é preciso ser curado meus queridos, para que seu presente seja vivenciado como algo novo, como um presente, como novas conquistas.
E para que seu futuro seja ainda mais glorioso, porque será a demonstração de que venceste inúmeras batalhas e que conseguistes conquistar seus degraus de evolução.
E ainda meus queridos, é preciso que entendam definitivamente que, cada ser encontra-se em seu processo evolutivo e, portanto, eles não pensarão como vocês e nem pensarão por vocês.
A maioria de seus sofrimentos ocorrem por acharem que as pessoas devem entender vocês, e elas não podem fazer isso, porque elas não estão dentro de vocês.
Elas sempre irão avaliar as pessoas e as situações pelas informações que se encontram dentro delas e responderão da forma que sabem, da forma que aprenderam.
Ainda que para você elas estejam “erradas”, esse é o seu melhor, é o que ela tem registrado em seus registros internos.
Quando você evolui espiritualmente passa a ver as pessoas e as situações por um outro patamar, e no início desse processo muitos de vocês ficam estarrecidos com a atitude de muitas pessoas e não aceitam.
Mas é preciso que entendam o processo de cada um, e se ainda isso não for possível, é preciso aceitar o processo de cada um, pois isso ira curar o seu passado com relação aquela situação.
E então meus queridos o seu “Presente” estará pronto para ser vivido com lições novas, com novas interpretações sobre as situações, porque estará vendo não mais com os olhos físicos, mas com os olhos espirituais.
E os aprendizados que surgirem serão aceitos e entendidos sem sofrimento, sem dor, sem mágoa, porque você aprendeu que tudo é benéfico em suas vidas, pois tudo faz parte das lições pedidas por vocês e que foram concedidas para sua evolução.
E o que é o futuro?
O futuro é a conquista de novas frequências vibratórias, onde você não é mais um Ser que sofre, mas um Ser que doa, que compartilha, que estende sua mão não mais para receber, mas apenas para doar o seu melhor, SEMPRE!

Que minha luz e meu amor neste instante traga a cada um de vocês a sensação, de que podem vencer e que são amados por todos nós.
EU SOU METATRON, o Senhor da Luz.
Canalização de Sandra M. Luz, em 27/mai/2011.

As LEIS Universais da Manifestação Criativa

segunda-feira, 30 de maio de 2011

AS SETE LEIS HERMÉTICAS
As sete principais leis herméticas se baseiam nos princípios incluídos no livro "O Caibalion" que reúne os ensinamentos básicos da Lei que rege todas as coisas manifestadas. A palavra Caibalion, na língua hebraica significa tradição ou preceito manifestado por um ente de cima. Esta palavra tem a mesma raiz da palavra Kabbalah, que em hebraico, significa recepção.
1 - A LEI DO MENTALISMO
"O Todo é Mente; o Universo é mental".
O universo funciona como um grande pensamento divino. É a mente de um Ser Superior que "pensa" e assim, tudo existe. É o Todo. Toda a criação principiou como uma ideia da mente divina que continuaria a viver, a mover-se e a ter seu ser na divina consciência.
O Universo e toda a matéria são como os neurônios de uma grande mente, um universo consciente e que "pensa". Todo o conhecimento flui e reflui de nossa mente, já que estamos ligados a uma mente divina que contém todo o conhecimento.
2 - A LEI DA CORRESPONDÊNCIA
"O que está em cima é como o que está embaixo. E o que está embaixo é como o que está em cima".
Essa lei  nos lembra que vivemos em mais que um mundo.
Vivemos nas coordenadas do espaço físico, mas também vivemos em um mundo sem espaço e sem tempo.
A perspectiva muda de acordo com o referencial. A perspectiva da Terra normalmente nos impede de enxergar outros domínios acima e abaixo de nós. A nossa atenção está tão concentrada no microcosmo que não nos percebemos o imenso macrocosmo à nossa volta.
O principio de correspondência diz-nos que o que é verdadeiro no macrocosmo é também verdadeiro no microcosmo e vice-versa. Portanto podemos aprender as grandes verdades do cosmo observando como elas se manifestam em nossas próprias vidas.
Por isso estudamos o universo: para aprender mais sobre nós mesmos. Na menor partícula existe toda a informação do Universo.
3 - A LEI DA VIBRAÇÃO
"Nada está parado, tudo se move, tudo vibra".
No universo todo movimento é vibratório. O todo se manifesta por esse princípio. Todas as coisas se movimentam e vibram com seu próprio regime de vibração. Nada está em repouso. Das galáxias às partículas sub-atômicas, tudo é movimento.
Todos os objetos materiais são feitos de átomos e a enorme variedade de estruturas moleculares não é rígida ou imóvel, mas oscila de acordo com as temperaturas e com harmonia.
Todas as coisas se movimentam e vibram com seu próprio regime de vibração. Nada está em repouso. Das galáxias às partículas sub-atômicas, tudo está em movimento.
A matéria não é passiva ou inerte, como nos pode parecer a nível material, mas cheia de movimento e ritmo.
4 - A LEI DA POLARIDADE
"Tudo é duplo, tudo tem dois pólos, tudo tem o seu oposto. O igual e o desigual são a mesma coisa. Os extremos se tocam. Todas as verdades são meias-verdades. Todos os paradoxos podem ser reconciliados".
A polaridade revela a dualidade, os opostos representam a chave de poder no sistema hermético. Mais do que isso, tudo é dual, os opostos são apenas extremos da mesma coisa. Tudo se torna idêntico em natureza.
O pólo positivo (+) e o negativo (-) da corrente elétrica são uma mera convenção. Energia negativa (-) é tão "boa" ou "má" quanto energia positiva (+).
Amor e o ódio são simplesmente manifestações de uma mesma coisa, diferentes graus de um sentimento.
5 - A LEI DO RITMO
"Tudo tem fluxo e refluxo, tudo tem suas marés, tudo sobe e desce, o ritmo é a compensação".
Pode se dizer que o princípio é manifestado pela criação e pela destruição. É o ritmo da ascensão e da queda, da conversão de energia cinética para potencial e da energia potencial para energia cinética. Os opostos se movem em círculos.
É a expansão até chegar o ponto máximo, e depois que atingir sua maior força, se torna massa inerte, recomeçando novamente um novo ciclo, dessa vez em um sentido inverso.
Tudo está em movimento, a realidade compõe-se de opostos. A Lei do Ritmo assegura que cada ciclo busque sua complementação. As coisas avançam e recuam, sobem e descem. Mas também giram em círculos e em espirais ascendentes e descendentes.
6 - A LEI DO GÊNERO
"O Gênero está em tudo: tudo tem seus princípios Masculino e Feminino, o gênero se manifesta em todos os planos da criação".
Os princípios de atração e repulsão não existem por si só, mas somente um dependendo do outro. Tudo tem um componente masculino e um feminino independente do gênero físico. Nada é 100% masculino ou feminino, mas sim um balanceamento desses gêneros.
Existe uma energia receptiva feminina e uma energia projetiva masculina, a que os chineses chamavam de "ying" e de "yang". Nenhum dos dois pólos é capaz de criar sem o outro. É a manifestação do desejo materno com o desejo paterno.
É uma importante aplicação da lei da polaridade. É semelhante ao principio animas - animus de Carl Jung ou seja, que cada pessoa contém aspectos masculinos e femininos, independente do seu gênero físico. Nenhum ser humano é 100% masculino ou 100% feminino.
7 - A LEI DE CAUSA E EFEITO
"Toda causa tem seu efeito, todo o efeito tem sua causa, existem muitos planos de causalidade mas nenhum escapa à Lei".
Nada acontece por acaso, pois não existe o acaso, já que acaso é simplesmente um termo dado a um fenômeno existente e do qual não conhecemos a origem, ou seja, não reconhecemos nele a Lei à qual se aplica.
Para todo efeito existe uma causa, e que toda causa é, por sua vez, um efeito de alguma outra causa.
Esse princípio é um dos mais polêmicos, pois também implica no fato de sermos responsáveis por todos os nossos atos.
No entanto, esse princípio é aceito por todas as filosofias de pensamento, desde a antiguidade. Também é conhecido como karma.
C. Torres e S. Zanquim, "2012 A Era de Ouro - Olhos Famintos".

Equivalentes Mentais:

Os Padrões Mentais Que Moldam Nossas Experiências
Tanto as coisas boas como as ruins de nossas vidas são o resultado de padrões mentais que moldam nossas experiências. Todos temos muitos modelos de pensamentos que produzem experiências boas e positivas, e esses nos dão prazer. São os padrões de pensamentos negativos os reponsáveis pelo desconforto, pelas experiências ruins que nos interessam agora. Queremos eliminar o mal da nossa vida para atingir a saúde perfeita.
Já está mais do que demonstrado que, para cada resultado que obtemos, existe um modelo mental que o precede e mantém. Portanto, modificando os padrões de pensamentos, podemos mudar nossas experiências.
Você nem consegue imaginar a alegria que senti quando cheguei pela primeira vez às palavras causas metafísicas. Elas descrevem o poder de as palavras e pesamentos criarem experiências. Esse novo conhecimento me levou a compreender a ligação entre pensamentos, partes do corpo e problemas físicos. Entendi que, sem saber, eu criara males em mim mesma e prejudicara minha vida. Foi uma descoberta extraordinária! A partir de então, eu podia parar de culpar a vida e os outros pelo que acontecia de errado em meu organismo e em minha existência, podia assumir total responsabilidade por minha própria saúde. Sem me recriminar, sem sentimentos de culpa, fui aprendendo a evitar a criação de padrões de pensamentos que poderiam me causar males no futuro.
Por exemplo, eu não conseguia entender porque era tão comum eu estar com torcicolo ou outros problemas relacionados com a musculatura do pescoço. Então descobri que o pescoço representa a flexibilidade, a capacidade de ver todos os lados de uma questão. Até então, eu fora uma pessoa muito inflexível, apegando-me teimosamente às minhas ideias, por medo de “abrir a guarda”. Todavia, à medida que fui me tornando mais flexível e compreensiva, aceitando amorosamente o ponto de vista de um semelhante, meu pescoço parou de me perturbar. Hoje, se sinto o início de uma rigidez, procuro descobrir qual é a postura mental rígida que a está causando.
Louise L. Hay, “Cure Seu Corpo”.

Tudo na sua vida "anda" conforme você acredita

domingo, 29 de maio de 2011

Fazendo Acontecer

Deixar "passar"...

“Então, minha filha, vamos parar de chorar o que já foi, vamos nos despedir de quem já morreu, vamos dizer adeus ao que ficou para trás, vamos desistir do que nós não quisemos, vamos largar o que você não pôde ter ou o que preferiu seguir por outro caminho e deixar, vamos largar esse outro sem pensar erradamente:

- Vai ver que fiz mal. Deveria ter feito de outro jeito ...

- Não, minha filha, tudo o que você fez é certo e hoje pode recomeçar tudo de novo. Vamos largar o que foi feito de negativo para você? Vamos largar o negativo em você? Vamos assumir a novidade, o novo? Vamos crer de novo na vida? Vamos voltar a viver? Vamos renovar os valores, vamos ter o espírito renovador, vamos mudar?”

Calunga.

VOCÊ É o "Ponto" de Poder!

sábado, 28 de maio de 2011

O poder da escolha está em suas mão e pode descobrir o caminho ideal da sua vida pela força da intuição; tudo o levará a buscar esse reencontro consigo mesmo(a), esse será daqui para frente o seu alimento, sua motivação e sua fonte de entusiasmo. Seu propósito é seu norte e ele atraíra você sempre que o intuir. Pode escolher por resitir a essa atração que vem à sua mente e vagar por um caminho contrário, mais difícil e muito mais longo. Ou, então, optar pelo caminho correto, o caminho da busca interior e do propósito pessoal e seguir mais seguro(a), tranquilo(a) e convicto(a) pela vida.
Se essa for sua decisão, quando reestabelecer essa conexão poderá até se assustar em um primeiro instante, pois tudo se mostrará mais fácil e sua vida fluirá com tranquilidade. Não se preocupe, em pouco tempo perceberá que está no caminho certo, os sinais surgirão e seguirá devidamente protegido(a).
Nunca podemos duvidar dessa simples verdade, pois ela é a base de todos os antigos ensinamentos; contudo, só conseguimos enxergar claramente quando experimentamos os extremos da daulidade: perceber a harmonia, vivendo as dificuldades; compreender a força do bem, vivenciando ou experimentando a força do mal. Isso é claro como a luz do sol, que por sua vez não existiria se existisse a escuridão.
No Universo da matéria tudo é dual, coexiste entre si e se conecta pelos seus extremos. A dualidade existe para que possamos aprender por meio dela a diferença entre tudo o que existe.
O medo é o inverso do amor, são energias com ressonâncias totalmente contrárias, porém coexistem entre si justamente para nos ajudar na compreensão e na evolução. São contrários mas se ligam por seus extremos. Da mesma forma que o calor e o frio são totalmente distintos, mas fazem parte de uma mesma coisa que chamamos de temperatura. Esses extremos  se tocam em suas extremidades e são interdependentes entre si; se não existisse o frio, como poderíamos descrever o calor? Se não existisse a escuridão, como poderíamos descrever a luz? E o que seria do dia se não fosse a noite?
Por isso, sempre que tomarmos uma decisão e fizermos uma escolha, necessitamos seguir nossa intuição. Devemos obedecê-la com fervor, pois junto dela teremos sempre a presença da certeza e da fé que nunca nos engana.
Quando intuímos, automaticamente estamos nos atrelando à força da Criação, a intuição é o nosso “fio”, nossa linha de conexão direta com a Mente Suprema.  Sempre que utilizarmos esse fabuloso instrumento, percebermos que nossas escolhas passam a ser sempre as melhores e as mais adequadas. O poder intuitivo, além de nos guiar, ancora-nos com nossos Anjos Pessoais (Anjos da Guarda) que sempre cooperam em prol de nosso bem-estar. Estão sempre ao nosso lado, mas é necessário invocá-los. Se não mantivermos um contato direto, nunca os atrairemos. Atrair não significa pedir, implorar, mas intensificar seu poder intuitivo. Quanto maior o poder intuitivo, maior a proteção espiritual.
O autoconhecimento é o veículo que nos levará à expansão e à evolução. Sejam quais forem esses caminhos, eles sempre nos guiarão ao encontro da compreensão, da verdade e da sabedoria. Não significa que seremos perfeitos, significa simplesmente que estamos a caminho da perfeição.
Portanto, identificar o propósito de vida é essencial para cada indivíduo, não importa o nível em que esteja, classe social, raça ou credo. Se está vivo(a), é porque veio com um propósito e a busca desse propósito é o que o(a) conduzirá para o melhor.

Torres e S. Zanquim, “2012 A Era de Ouro - Olhos Famintos”.

A Chave para o Poder Pessoal

Eu Sou Soberano! A chave para o Poder Pessoal
Uma das grandes armadilhas do ego inferior é a tendência que os seres humanos têm de se comparar uns com os outros, o que os leva a colocar-se acima de uns e abaixo de outros. Do ponto de vista do Divino, nada nem ninguém está acima ou abaixo de ninguém. Tudo faz parte da criação de Deus e cada qual está realizando a sua tarefa. Quando compreenderem que tudo o que existe é Sagrado, que vocês são Sagrados assim como tudo à sua volta é Sagrado, conseguirão afirmar “Eu Sou Soberano” sem ego inferior. Afirmar “Eu Sou Soberano” implica em resgatar a sua Essência Divina, assumir o Ser de Luz que você é, sabendo que o outro é também Soberano em sua existência, não importando o que faça.
Ser Soberano é saber que se é Deus se manifestando na dimensão em que se está. Mas dizer isso sem ego inferior significa também valorizar e perceber a Soberania de todos e tudo. Portanto, ser Soberano, implica também aceitar, perceber e respeitar a Soberania das pessoas à sua volta, reconhecer a Soberania de todo o Universo. Sentir-se Soberano implica também vibrar acima de toda negatividade reinante, estar em comunhão com Deus e saber que nada pode contra você.
Sugerimos que se coloquem fora de compara-se e afirmem diariamente: “Eu Sou Soberano” em meu trabalho, “Eu Sou Soberano” em minha missão, “Eu Sou Soberano” em tudo o que eu realizo, “Eu Sou Soberano” em minha existência. Sugerimos que exercitem e desenvolvam em si o sentimento de Soberania, trazendo à tona o Verdadeiro Eu, e fiquem nele todos os minutos do seu dia.
Eu Sou Rathal Zeh, do Povo Azul - Confederação dos Povos Interplanetários. “Assim como Eu Sou Soberano, você também o é.”
2ª Mensagem de Rathal Zeh, canalizado por Tania Resende
no livro “2012 A Era de Ouro - Olhos Famintos”.

SER ou TER - o que é mais importante p/ VOCÊ?

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Amados Seres, EU SOU Metatron!
Ao iniciar essa conexão projeto minha energia de amor e luz a toda a humanidade.
Temos enviado cada vez mais luz a todos vocês, para que possam acelerar em seus processos evolutivos.
Esse canal compartilhou comigo as mudanças de valores que as pessoas fizeram em suas vidas.
Vejo que a maioria já não sabe quem verdadeiramente é, pois passaram a vivenciar o verbo “TER”, quando na verdade deveriam vivenciar o que são.
Se você perguntar a uma pessoa “quem ela é”? Possivelmente não saberá responder.
Entretanto, ao lhe perguntar o que têm, talvez já tenha uma lista pronta de todas as suas aquisições materiais.
Ainda que vocês saibam que ao término de suas jornadas terrenas, levarão apenas suas ações, seus aprendizados, ainda se prendem aos bens terrenos.
Alguns dizem que precisam ter bens terrenos, porque a sociedade os cobra a aquisição dessas coisas.
Mas até que ponto deve ir as suas vidas?
O que é verdadeiramente importante para você?
Ser reconhecido pelas suas aquisições materiais?
Ou ser feliz por ser amado pelas pessoas que você ama?
E agora meus queridos farei uma pergunta mais importante a vocês.
Quantas vezes você disse a essas pessoas, o quanto elas são importantes para você?
Quantas vezes vocês agradeceram por tudo que aprenderam com ela?
Não estou aqui colocando a figura da “mãe”, que tem um papel tão sublime na vida de cada um de vocês.
Mas falo de cada ser que em algum momento compartilhou algo com vocês.
Mesmo que alguns tenham trazido mágoa, dor, sofrimento, de alguma forma essas pessoas também trouxeram ensinamentos necessários para sua evolução.
Amados Seres é preciso olhar para si de forma corajosa e agradecer ao amado Criador, pela maravilhosa oportunidade de todos os dias poder escrever em seu Livro da Vida, a página em branco que aguarda pelas suas experiências vividas.
Olhe para você, veja a grandiosidade de sua alma, as inúmeras conquistas que já teve.
Relembre quantas pessoas já passaram por sua vida.
Você consegue imaginar que benefício você levou a cada uma delas?
Ainda que não tenha essa informação, tenha certeza que cada pessoa que te conheceu recebeu algo de você, porque tudo tem um propósito e nada se perde na evolução de uma alma.
Amados, vocês vieram para viverem suas experiências com felicidade, mas para isso precisam começar a ter gratidão pela sua existência, por tudo que faz parte de suas jornadas, aquelas situações que vocês gostam e também aqueles que não entendem.
Devem agradecer pelo céu maravilhoso, pelo sol, pelo ar, pelo seu corpo, pelo seu alimento, pelo seu trabalho, pela sua família, porque é isso que faz de sua jornada um caminho de evolução.
Os bens materiais também são bênçãos recebidas, mas não se percam direcionando suas vidas apenas em função disso.
O aprendizado maior e mais importante é aquele que preenche suas almas com felicidade, é aquele que não lhe traz conflito, mas ensinamento.
Se você perguntar a uma criança se ela deseja o colo de sua mãe ou um brinquedo, ela responderá sentindo o que seu coração. Mas lembre-se, se ela não conhece o colo de uma mãe, ela sempre vai escolher um brinquedo.
O amor é o sentimento mais lindo que o Criador colocou em suas almas e vocês o usam tão pouco.
Amar é colocar luz em cada ação, pensamento e palavra.
É fazer de sua vida um farol de luz.
Percebam meus queridos, que o que traz felicidade a vocês encontra-se dentro de vocês.
Reflitam sobre o rumo que estão dando a suas vidas e na importância que estão dando ao que é externo.
Quantos de vocês não têm tempo para conversar com seus filhos, ouvir seus pais, porque acham que o mais importante é supri-los de bens materiais, quando na verdade sabem que isso só irá distanciá-los de vocês.
Vemos a humanidade tão infeliz, vivendo de forma alucinada, sem rumo e isso pode ser mudado a partir do momento em que vocês mudam seus focos externos para os internos.
Todo ser merece ser feliz, mas a sua felicidade cabe a você conquistar.
EU SOU Metatron, o Senhor da Luz.

Canalização de Sandra M. Luz
em 06/05/2011.

Esquecemos da linguagem do relaxamento

Toda a sociedade humana tem vivido sob um tipo de insanidade. É por isso que é tão difícil viver em estado de deixar fluir — porque isso tem sido condenado como se fosse indolência. Vai contra a sociedade obcecada pelo trabalho.
Deixar fluir significa que você começa a viver de uma maneira mais sã. Você não corre loucamente atrás do dinheiro, não trabalha constantemente; trabalha apenas por suas necessidades materiais.
Mas existem necessidades espirituais também! O trabalho é uma exigência para as necessidades materiais; deixar fluir é uma exigência para as necessidades espirituais. Porém, a maioria da humanidade tem sido boicotada de qualquer crescimento espiritual.
Deixar fluir é um dos espaços mais belos. Você simplesmente existe, sem fazer nada, apenas se senta silenciosamente, e a grama cresce por si mesma. Você simplesmente desfruta a canção dos pássaros, o verde das árvores, as cores psicodélicas e multidimensionais das flores.
Você não tem de fazer nada para experimentar a existência; você tem de parar de fazer. Você tem de estar em um estado absolutamente desocupado, sem tensões, sem preocupações.
Nesse estado de tranquilidade você entra em um estado de sintonia com a música que o cerca. Você subitamente se torna consciente da beleza do sol. Existem milhões de pessoas que nunca desfrutaram um pôr-do-sol, que nunca desfrutaram um alvorecer.
Elas não podem se dar ao luxo. Estão continuamente trabalhando e produzindo, não para si mesmas, mas para os astutos poderes dominantes, para os que estão no poder, aqueles que são capazes de manipular seres humanos.
Naturalmente eles lhe ensinam que o trabalho é algo nobre — é o interesse deles. E o condicionamento tornou-se tão profundo que nem mesmo você sabe por que não relaxa. As pessoas se esqueceram completamente da linguagem do relaxamento.
Elas foram produzidas para esquecer.
Osho, "Dinheiro, Trabalho, Espiritualidade".

Poema de Paz e Purificação

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Paz e pureza no coração é o que conta. 
Paz para mandar de volta para o mundo exterior toda ideia de desgraça, de proibição contra o sexo, contra as raças, contra as diferenças, contra a liberdade, contra o coração, contra a própria natureza e o seu jeito de criar.
Neste instante, não quero medo nem pavor de nada.
Tudo se faz se for “Eu com Deus”!
“Eu com Deus”, é a pílula que dissolve qualquer problema.
“Eu com Deus”, é a chave de qualquer porta, é a seta que orienta em cada encruzilhada.
“Eu com Deus”, é a possibilidade em cada momento.
“Eu com Deus”, é o sucesso em cada chance.
“Eu com Deus”, é o auxílio que me leva além da curva do caminho, na conquista das minhas necessidades.
“Eu com Deus”, é a pureza no coração, é deixar que minha alma brilhe com expressão, é encontrar a felicidade e a realização.
“Eu com Deus”, tudo resolve, porque Deus só me recebe se eu for puro.
Portanto, nesta resolução eu mudei, mudei onde precisava começar a mudança.
No meu coração, numa nova atitude.
Agora sustento esta atitude, purificando-me a cada dia.
Decidi pelo bem.
Decidi pensar no melhor.
Decidi ficar com aquilo que é simples, mas grandioso.
Decidi por mim.
Decidi que não tenho que me imitar na limitação do outro.
Decidi não sofrer no sofrimento do outro.
Decidi não me preocupar com a preocupação do outro.
Decidi não ficar ansioso pela ansiedade do outro.
Decidi não ficar triste pela tristeza do outro.
Decidi não ficar frustrado pela frustração do outro.
Decidi que basta a minha vida.
Porque assim a Natureza me decidiu.
Não estou aqui para a desgraça, estou aqui para a felicidade e para a conquista.
Assino hoje a minha carta de libertação.
Fico mesmo em paz.
Fico na paz e na pureza do meu coração.


Calunga,  “Verdades do Espírito”.

EU Sou mais importante que "as coisas"

A decisão de viver bem

Não há coincidências no Universo...

A cada momento há a possibilidade de ser total. Seja o que for que esteja fazendo, fique tão completamente absorto, de modo que a mente não pense nada, esteja simplesmente ali, seja apenas uma presença. E mais e mais totalidade virá para você e o sabor da totalidade o tornará cada vez mais e mais capaz de ser total.
Procure perceber quando você não está sendo total. Esses são os momentos que precisarão ir sendo abandonados pouco a pouco. Quando você não é total... sempre que você estiver na cabeça - pensando, refletindo, fazendo cálculos, sendo astuto, achando soluções engenhosas -, você não é total. Pouco a pouco, vá se descartando desses momentos. Trata-se apenas de um velho hábito. Hábitos são difíceis de se deixar. Mas eles morrem certamente - se a pessoa persiste, eles morrem.
Osho Take it Easy, Volume 1 Chapter 12

Comentário:
Estas três mulheres estão suspensas no ar, livres e brincalhonas, porém alertas e interdependentes. Num número de trapézio, ninguém pode permitir-se estar um pouquinho "ausente", mesmo por uma fração de segundo. E é essa atitude de atenção total ao momento presente, que está representada aqui.
Podemos sentir que há coisas demais para fazer ao mesmo tempo, e ficar hesitando ao tentar fazer um pouquinho aqui, um pouquinho ali, em vez de fazer uma coisa de cada vez e até o fim. Pode ser, também, que acreditemos que o que cabe a nós fazer é algo "chato", porque nos esquecemos de que o que importa não é o que fazemos, mas a maneira como o fazemos.
Desenvolver a capacidade de estar presente por inteiro ao responder ao que quer que surja, da forma como vier, é um dos maiores presentes que você pode dar a si mesmo. Dar um passo de cada vez ao longo da vida, dedicando a cada um deles a sua total atenção e energia, pode trazer uma grande e nova vitalidade e criatividade a tudo o que você faz.
de OSHO, O Tarô Zen.

O amor de alguém especial

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Conta-se que certa feita, um repórter fez a seguinte pergunta à madre Teresa de Calcutá:
- Madre Teresa, na sua visão, qual é a maior doença do ser humano?
Madre Teresa então olhou bem nos olhos do repórter - já acostumada pela sua experiência às abordagens dessa natureza, bem como à larga vivência no socorro a doentes, habitualmente repletos de chagas e abandonados à própria sorte - e respondeu com sua serenidade costumeira e docilidade na voz: - Meu filho, como você pode ver, há muitos infortúnios que fazem o ser humano sofrer, mas para mim, a maior doença do ser humano é a de não sentir-se querido.
A resposta de madre Teresa nos faz refletir sobre o que estamos fazendo com nossos sentimentos reais e com o preço da indiferença. Aparentemente, não temos nada a ver com o problema dos outros, mas, um gesto de bondade e respeito não custa tanto assim, e faz uma enorme diferença.
Da próxima vez que alguma oportunidade surgir, estenda um sorriso, escute com paciência, fale sem agressividade na voz, colabore com alguém sem afetação, e experimente fazer alguma pessoa sentir-se mais querida, de forma espontânea e natural, sem contar nada a ninguém.
Desse modo, você estará realizando uma enorme campanha de prevenção contra essa doença que madre Teresa nos ensinou e, talvez, esse fosse o seu maior segredo - a bondade de fazer com que todos se sentissem mais queridos. Aliás, atitude que foi e é um Santo Remédio!
“Um gesto de bondade e respeito não nos custa tanto assim, e faz uma enorme diferença!”
Irineu A. Gasparetto.